Destaque VACINAÇÃO COVID-19

Câmara Municipal convoca Mariana Jales para prestar informações sobre inconsistência em dados de vacinação

Além da convocação da secretária Municipal de Saúde, a superintendente Regional de Saúde Estadual, Kelly Rocha também terá que informar a incompatibilidade de dados entre Estado e Município, das doses de vacinas  distribuídas e aplicadas.

16/04/2021 12h03
20.421
Por: Redação Fonte: Assimp - Câmara Municipal
Foto: Divulgação/Arquivo
Foto: Divulgação/Arquivo

Nesta semana, o vereador Ricardo Seidel (PSD) pediu que a mesa diretora colocasse em votação um requerimento apresentado por ele na última quinta-feira (08), que pede a convocação das autoridades de saúde do Município e do Estado.  

O motivo principal da convocação é a inconsistência das informações que está havendo relativo à transparência do Estado e do município, pois cada um informa uma quantidade diferente de vacinas em estoque e o fato é que as aplicações estão paralisadas.

De acordo com ele, as notícias recebidas deixam a sociedade preocupada, quanto a vacinação em Imperatriz e a Câmara deve ser mediadora nesse diálogo. Ricardo disse que enquanto o Prefeitura alega falta de vacinas para a primeira dose, e o Governo diz que existem vacinas disponíveis.  

Para dirimir essas dúvidas, o vereador entende que é hora de unir forças e que o Legislativo chame a secretária de saúde do município (Mariana Jales) e a superintendente regional de saúde do estado (Kelly Rocha). Propôs que o pedido fosse colocado em votação no plenário, para que a Câmara assuma o protagonismo da situação e esta seja resolvida.

Dois ofícios foram apresentados e protocolados como convocação pelo vereador, mas legalmente a CMI não pode convocar órgãos estaduais, apenas convidar. Ricardo explicou que não existe ‘convite’ no Regimento interno da Casa e manteve o termo Convocação para os dois entes, para que seja mantida a igualdade e isenção por parte do Parlamento.  

Os requerimentos foram colocados em votação. Por maioria, as convocações foram aprovadas e ficou marcado para a próxima terça-feira (20), o comparecimento das duas representantes da saúde.

Ricardo ressalta que quer melhorar o diálogo entre os entes públicos, colocando a Casa de Leis como elo de ligação entre Estado e Município, pra que a vacinação contra a covid-19, não seja mais paralisada, nem diminuída.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.