Destaque OBRA INACABADA

Com quase dois meses de inaugurado pela prefeitura, Shopping da Cidade nunca funcionou

A obra que teve um custo de mais de R$ 2 milhões, apresenta diversas irregularidades em sua construção e foi inaugurado pela Prefeitura de Imperatriz no dia 22 de outubro deste ano.

14/12/2021 14h39 Atualizada há 1 mês
20.481
Por: Willamy Figueira
Foto Divulgação/Willamy Figueira
Foto Divulgação/Willamy Figueira

A construção do tão sonhado "Shopping da Cidade" no local do antigo Camelódromo, virou motivo de decepção pelos camelôs e vendedores ambulantes que viu a obra de R$ 2.900.000,00 (dois milhões e novecentos mil reais), ser inaugurado pela Prefeitura Municipal de Imperatriz no dia 22 de outubro e após quase dois meses sem funcionar.

A obra foi fruto de uma parceria entre Prefeitura e a Codevasf, através de Emenda Parlamentar do senador Roberto Rocha (PL) e mesmo depois de inaugurado os camelôs e ambulantes não tiveram acesso aos 275 boxes, por conta de diversas irregularidades na estrutura da obra, como goteiras no teto, boxes sem portas e portão, banheiros sem pia e vazo sanitário.

Para os ambulantes, o sentimento é de frustração, para alguns vereadores, sobra revolta com o desperdício de dinheiro público de quase R$ 3 milhões com uma obra que em sua inauguração foi transformada em "palanque político". Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra), no dia da inauguração o secretário Zigomar Filho afirmou ao Jornal Imperatriz que a obra iria receber os reparos necessário e que no máximo de 30 dias os camelôs e ambulantes estariam em seus boxes vendendo seus produtos, coisa que não aconteceu até hoje.

Com a proximidade do natal e réveillon, sem poder vender em um local apropriado e prometido em discurso no dia da inauguração pelo prefeitos Assis Ramos (Dem), os prejuízos acumulados pelos camelôs e vendedores ambulantes, são incalculáveis, levando em conta o período de duração da obra até a data de hoje. Também a Sinfra não tem data prevista para a entrega dos 275 boxes ao vendedores.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.